Atacadão é condenado a indenizar cliente confundido com pedinte

88
(Foto: Divulgação)
A juíza Sinii Savana Saboia Ribeiro, da 10ª Vara Cível de Cuiabá, condenou o Supermercado Atacadão a indenizar um cliente em R$ 5 mil por danos morais. Um funcionário teria confundido o cliente com um pedinte.
Na ação, G.L.D.O. relata que foi ao supermercado em setembro de 2016. Ao parar para escolher seus produtos, um funcionário o teria abordado dizendo que o estabelecimento “é aberto para todos, mas aqui dentro não se pode pedir nada”.
A abordagem foi interrompida somente quando a esposa e a filha do cliente se aproximaram. Na ocasião, o gerente foi informado do acontecido, mas não tomou nenhuma providência.
O Atacadão, por outro lado, afirmou que o funcionário não intimidou o cliente e que apenas recebeu uma reclamação de uma outra consumidora. A abordam, segundo o estabelecimento, teria sido “educada”.
Decisão – Para a magistrada, as provas produzidas deixam claras que o funcionário, de fato, confundiu o cliente com um pedinte, o que teria repercutido de forma negativa para ele e também para sua esposa, que se sentiu constrangida.
O constrangimento, para a juíza, ultrapassou a barreira dos acontecimentos cotidianos, já que as adversidades sofridas pelo autor se constituíram em agressão à sua dignidade.
“Ressalte-se que a empresa requerida não agiu com a cautela esperada, pois indiscutível é a preocupação em tentar evitar aborrecimentos aos seus clientes, especialmente a abordagem de pedintes que circulam pelo local. Todavia, era também dever do réu tomar as cautelas devidas e, antes de abordar o autor, atentar se ele realmente estava pedindo ou causando incômodo aos demais clientes”, disse.
“Posto isso julgo procedente o pedido formulado na Ação de Reclamação Cível c/c Indenização Por Danos Morais promovida por G.L.N. em desfavor de Atacadão Distribuição Comércio e Indústria Ltda, para condenar o réu ao pagamento de danos morais no valor de R$ 5.000,00”, decidiu.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here