Criminosos gravam execução de adolescentes e divulgam vídeo em redes sociais

20
(Foto: Divulgação)
Imagens do momento em que as adolescentes Keize Rodrigues, 16, e Lana Talyssa Moreira Bezerra, 13, são executadas a tiros por integrantes da facção Comando Vermelho (CV) na beira do Rio Cuiabá, circulam nas redes sociais nesta quinta-feira (4). Os corpos das menores foram encontrados com as mãos amarradas boiando às margens do Rio Cuiabá, na região do Carrapicho, em Várzea Grande, na manhã desta quarta-feira (3).
O encontro dos cadáveres ocorreu logo após o tiroteio dentro de casa no bairro Água Limpa, região central da Cidade, onde dois homens foram mortos e outros dois foram baleados, mas sobreviveram. As informações da Polícia Civil de que os 4 homicídios (dos homens e das adolescentes) são desdobramentos de uma rixa entre facções criminosas. Os 4 homens alvos do tiroteio na residência são apontadas como integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC).
Segundo as investigações, as duas menores eram namoradas dos alvos da chacina dentro da casa alugada há apenas 5 dias. Dos namorados das menores, um foi morto e outro sobreviveu. Keize e Lana foram sequestradas na noite anterior ao crime quando estavam na rodoviária de Várzea Grande e obrigadas a indicar a casa onde os namorados estavam.
De conteúdo forte, o vídeo de 7 segundos mostra a frieza com que uma das vítimas é assassinada com um tiro na cabeça e enquanto a outra implora para não ser morta ao ver a amiga morta. “Não mata eu, não”, apela a segunda adolescente. De acordo com a assessoria da Polícia Civil, as imagens são de conhecimento da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e são analisadas pela equipe de inteligência.
Keize e Lana foram amarradas e trancadas no porta-malas do veículo Renault Sandero, usado por 3 criminosos para ir até a casa onde estavam as vítimas Felipe Melo dos Santos, 25, Leandro Luiz de Oliveira, 20, e os dois sobreviventes, ambos de 23 anos. Encapuzado, o trio tirou o trilho do portão, invadiu a casa e efetuou vários disparos enquanto os 4 homens dormiam em um quarto.
Em seguida, as adolescentes foram levadas para as margens do rio Cuiabá, na região do bairro Carrapicho, onde foram executadas com as mãos amarradas para trás.
Até o momento apenas Thalyson Thiago Taorda Oliveira, 23, foi preso, no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande. De acordo com a Polícia Civil, ele confessou ter sido o autor dos disparos na casa. Os outros dois comparsas já foram identificados, Donato Silva Nascimento, 24, o Netinho, e Luiz Fernando Oliveira Caetano Moreira (Dumbo ou Dumbão).
Conforme a Polícia Civil, huntos responderão por crimes de homicídios qualificados consumados (4), dupla tentativa de homicídio, integrar organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e permitido, uso de artefato explosivo ou incendiário e receptação.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here