Gás de cozinha aumenta 4% e consumidor deve sentir no bolso

31
(Foto: Divulgação)
A partir desta quinta-feira (5) o consumidor pode pagar mais caro pelo botijão de gás (GLP). A Petrobras anunciou o aumento de 4,4% nas refinarias, portanto o valor bruto do produto passa de R$22 para R$23 – valor sem tributação. As revendedoras devem repassar o custo ao consumidor.
A Petrobras alega que o reajuste ocorre devido à desvalorização do real em relação ao dólar, que apenas entre março a junho foi de 16%, e que houve reajuste de 22,9% no preço do GLP no mercado internacional neste mesmo período.
O valor final do produto pode chegar até a R$100 em algumas cidades de Mato Grosso, como Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), por exemplo.
Em Cuiabá e Várzea Grande o consumidor encontra o botijão de gás no valor médio de R$85.
De acordo com o levantamento de preços feito pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o custo médio do botijão de 13 kg é de R$ 68 e o valor máximo de R$ 115 com o mínimo de R$ 50. Os valores cobrados dependem do estabelecimento comercial.
Os reajustes do gás de cozinha é trimestral desde janeiro deste ano, por decisão da Petrobras, na tentativa de amenizar o valor final repassado ao consumidor devido às cotações do exterior.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here