Radares móveis começam a operar no dia 10; multas só em outubro

14
(Foto:Divulgação)
A partir do próximo dia 10 de julho, a Guarda Municipal de Várzea Grande passa a colocar em funcionamento dois radares móveis que deverão operar nas principais vias da cidade com o objetivo de coibir o excesso de velocidade no trânsito. Os radares, porém, não servirão para multar os condutores que infringirem a lei, ao menos pelos próximos 90 dias.
O prazo é necessário para a adaptação dos condutores aos novos equipamentos que serão utilizados, inicialmente, nas avenidas FEB, 31 de Março e Filinto Müller. Por serem móveis, os radares podem ser deslocados para vários pontos das três avenidas.
Segundo o secretário interino de Defesa Social e comandante da Guarda Municipal, Evandro Homero Dias, quem for flagrado acima do limite da velocidade levará apenas uma advertência – e não multa. “Serão 90 dias para os motoristas se adaptarem ao novo equipamento. Então, até dia 10 de outubro, será essa fase educacional e sem nenhuma emissão de multa”, explicou.
O secretário esclareceu ainda que as avenidas escolhidas para receberem os radares são as que registram maiores índices de ocorrências de acidentes de trânsito por excesso de velocidade. Nesses locais, a velocidade máxima permitida é de 60 Km/h, o que não é respeitado.
Quando passarem a valer, as multas vão variar de R$ 132 a R$ 880, de acordo com a velocidade excedida. Em caso de excesso de 20% da velocidade permitida na via, a multa será de R$ 132. Nos casos de excesso entre 20% a 50%, a multa será de R$ 163. Já nos casos de velocidade acima de 50% do estabelecido, a multa será de R$ 880.
Ainda segundo o comandante, os radares móveis irão funcionar 24 horas por dia, por meio de escala dos guardas municipais. Com este modelo de aparelho, o guarda municipal não precisará apontar para o veículo que deseja medir a velocidade: basta deixar o aparelho sobre o tripé em um canteiro, que ele medirá a velocidade de um veículo que estiver a uma distância de até dois quilômetros.
“Queremos apenas conscientizar o condutor, porque o limite de velocidade na via tem que ser respeitado. Então, tenho certeza de que o elemento surpresa que é esse radar, já que podemos alterá-lo de um lugar para o outro, vai educar os condutores de veículos e motocicletas a andarem dentro da lei”, encerrou.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here